Monday, December 3, 2012

savory

a pele seca da cara, mesmo a pedir o sabonete artesanal de mel, azeite e castanha da Mercearia de Marvão..

(ena! não acredito)

o Peres Metello diz que a intenção do governo era mesmo esta: que não sei quantas empresas fechassem, que não sei quantos restaurantes fechassem, que não sei quantas pessoas fossem postas na rua, que as grandes empresas substituíssem as pequenas, etc- a que chama a 'grande reconversão da economia'. o pm anterior tinha começado isto mas com vocabulário e metodologia diferentes: através da educação, as novas oportunidades em que se dizia: malta, isto assim não vai continuar, actualizem-se. os que não se actualizaram a bem então, actualizam-se a mal agora, mesmo que o façam noutro lado. onde vamos? (e onde irei eu)

a este propósito e de interessante leitura, em .pdf, the Future of Manufacturing. sabendo que o futuro é já amanhã (The ability to innovate, at an accelerated pace, will be the most important capability).

a Clara Ferreira Alves levantou um furacão no meu programa favorito de sempre, o Eixo do Mal, porque a primeira coisa que o  homem menos politicamente correcto começou por comentar sobre a triste entrevista ao pm sobre a ainda mais triste situação do país foi o cabelo da Judite de Sousa. gostei que Clara tivesse levantado um furacão e levantei-o com ela na calma do lar. riem-se todos, mas aqui se ri, ali morrem mulheres. vergonha.
no meu café da manhã: uma rapariga quase obesa e de camisola roxa parou o carro em frente à bomba de ar e começou a encher o pneu do seu carro. ao meu lado dois homens seguiam como atenção desmedida cada gesto. nenhuma palavra foi dita, eram educados, mas quase os ouvi pensar. pequenos incidentes sem importância.




No comments:

 
Share