Friday, November 14, 2014

nem tudo o que luz é ouro

a cena dos vistos só pode dar vontade de rir, com tristeza e com fado. aquilo que é TÃO bom e TÃO positivo, uma medida proposta pelos democratas-cristãos, que não são nem uma coisa nem outra, é - parece-me claríssimo - imoral, abrindo a porta dourada apenas a quem pode pagar e muito. também é irónico que sejam os ditos-cristãos a propor normalmente medidas que de cristãs têm nada e que são moralmente vergonhosas. a coisa de ir atrás do dinheirinho alheio a qualquer preço: haja vergonha na cara. até os chineses, um dos povos mais proverbialmente mafioso, se queixaram do abuso. mas do que eles se queixam qualquer pessoa que more em Cascais já viu ao longe. as casas à venda na minha rua e nas ruas próximas estão à venda pelo dobro do preço, para caçarem os vistos. bem sei que as imobiliárias andaram à fome durante muito tempo, mas vergonha não há nem agora nem antes (na época das vacas gordas disseram-me: quer uma casa na Areia? agora toda a gente quer ir para a Areia, a chamar-me pelintra com sobranceria). os pobres que se lixem, agora, antes e, estou tão certa que até dói, depois.


No comments:

 
Share