Wednesday, May 13, 2015

afurada

em trabalho não se tiram tantas fotos, embora sempre algumas. não gosto de apanhar pessoas porque me parece que é sempre assim, apanhar. e não quero invadir espaço nenhum nem roubar momentos quotidianos e pessoais que não me pertencem. assim entrei num dos bairros onde mais gostei de entrar em qualquer um dos continentes e nem uma fotografia tirei, a vida ultrapassou qualquer coisa que eu pudesse imobilizar e esse bairro foi a Afurada.

No comments:

 
Share