Saturday, August 8, 2015

porque é que um dia na vida de Ivan Denisovich é um livro admirável

em primeiro lugar porque mostra claramente que o comunismo prático foi uma das piores coisas inventadas na história da humanidade (começo a pensar se não se junta nisto a todos os sistemas humanos); por esse artifício literário perfeito que serve para mostrar que este dia é igual a milhares de outros (negação de plot, negação de vida); e porque para isto serviu sempre a literatura, apesar de eu não adorar o realismo duro, mostrar, testemunhar, estar lá onde mais nada entra, ser memória e dar vida a mortos, erigir mundos com nada mais que palavras ou iluminar os que estavam na escuridão. ou uma espécie de redenção da realidade.


No comments:

 
Share