Tuesday, October 6, 2015

essa democracia

a que todos queremos bem: findas as arruadas jantares e comícios, há que negociar. começa a dança das cadeiras, um nome de jogo infantil para um prática bem menos divertida, dividir o espólio do país. o presidente disto fica este, o daquilo aquele, quem vai para aqui é este e para ali aqueloutra. quem parte as fatias? os mesmos. alternativas? haveria uma, ao chamado extremo esquerdo do espectro. mas não há, na realidade, trata-se de um engano. aqueles partidos nunca terão hipótese. (e se tivessem: isso era bom?) portanto: aqui se fica, no mesmo lugar.



No comments:

 
Share