Monday, October 5, 2015

verniz de esquerda

estalado: depois do resultado das eleições choveram insultos da malta de esquerda, os de mente aberta, liberais, democratas e defensores da liberdade dos cães, de expressão e de género (que também eu defendo, indo até mais longe já que defendo inclusivamente as formigas - desde que fora da minha cozinha, as ervas chamadas daninhas e o véu islâmico), dizia, os de mente aberta insultaram desabridamente os que votaram nos partidos contrários e os abstencionistas, onde me incluo por querer. ora não me acho particularmente estúpida, nem conservadora, nem analfabeta, nem mais velha do que muitos dos que atiraram pedras. e não gosto que me insultem. uma percentagem de portugueses julgar que tem elevação moral para insultar uma grande enorme maioria de outros portugueses seria como eu que não acredito em deus nenhum insultar quem é crente. enfim: sempre dentro da máxima triste do eu é que sei e todos os outros são estúpidos.

outra falácia: ah quem vota não pode queixar-se ou quem vota em fulano não pode queixar-se, etc etc... desculpem?


No comments:

 
Share