Tuesday, June 7, 2016

luz

"A luz razante que vinha da montanha roçava agora a alta franja vegetal. Os pássaros recomeçaram a chilrear. A luz descia pouco a pouco, poeira esverdeada que se mudava em róseo e branco, neblina subtil e instável do amanhecer." Saramago em 'Centauro' no livro Objecto Quase.

No comments:

 
Share